Claudê Lopes | @claudelopes70

Depois que o ator global Jesuita Barbora, apareceu num podcast e revelou que a música “Petrolina Juazeiro”, era de seu avô, Chico Agra, uma reviravolta aconteceu com um dos ícones do forró, o cantor e compositor Jorge de Altinho.

Ficou o questionamento se o ator estava falando a verdade, haja vista que a música sempre apareceu em todos os trabalhos como sendo composta por Jorge de Altinho, e algumas entrevista até contou como fez essa canção.

Entretanto, a história do ator se confirmou e o forrozeiro recentemente veio esclarecer sobre a música e fazer a correção. em nota oficial destacaram:

A música “Petrolina e Juazeiro”, após quatro décadas registrada em nome de um único autor, o cantor e compósito Jorge de Altinho, foi reconhecida pelo mesmo como detentora de dois autores. Jorge de Altinho esclarece que o primeiro autor da música foi o cantor e compositor parnamirinense Chico Angra. Acrescenta Jorge em sua fala que Chico Agra lhe entregou a música pronta, tendo aquele feito algumas alterações posteriormente”.

Após longas tratativas em busca do reconhecido da autoria da obra, a família Agra, através dos netos do compositor, Sylvinha Agra e o ator Jesuíta Barbosa Agra, conseguiram êxodo e firmaram acordo com o cantor Jorge de Altinho, restando estabelecido que a música receberia modificações pertinentes a autoria, tendo sido legalmente modificada para que contasse com dois autores, os cantores e compositores Chico Agra e Jorge de Altinho, sendo ambos classificados como coautores“.

Vale aqui lembrar que a obra “Petrolina Juazeiro” se destacou no cenário musical por contar a história de duas cidades (contar a história da música completa), tendo sido conhecida mundialmente, contando com regravações de vários cantores, famosos e muito conhecidos nacionalmente“.

 

 

#radiotopmidia #planetaforro #claudelopes70  #jorgedealtinho #petrolinajuazeiro #jesuitabarbosa #chicoagra

#sylvinhaagra #forro #forrozeiros #cantoresdeforro

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *